Cursos de Extensão


"Panis et Circenses"? Novas perspectivas historiográficas sobre os espetáculos de gládio (Séc. III a.C. a IV d.C.)


Professor

Kimon Speciale B. Ferreira
Mestre em História Comparada

 

Período

De 25 de abril a 27 de junho de 2017

Abril: 25
Maio: 2, 9, 16, 23, 30
Junho: 6, 13, 20, 27

 

Horário

Terças-feiras, das 9h às 10h40

 

Carga horária

20 horas/aula

 

Ementa

Os espetáculos de gladiadores, ainda hoje, se destacam como um dos principais símbolos da Roma Antiga.   Como parte inerente na constituição do ethos e das múltiplas identidades romanas, tal prática foi abordada sob distintos paradigmas historiográficos, demarcando visões que a contemporaneidade exerce sobre essa prática específica da sociedade romana.

O curso visa oferecer uma ampla análise sobre os espetáculos de gladiadores, contribuindo para a compreensão sobre a expansão desta prática pelos vastos territórios do Império Romano, habitados por inúmeras culturas, e a longevidade de sua trajetória.

 

Programa

Aula I – Paradigmas historiográficos: novas abordagens

Aula II – Espetáculos de Gladiadores: das origens à institucionalização

Aula III – Gladiadores: monstros ou heróis?

Aula IV – Cidades e anfiteatros: símbolos da romanidade

Aula V – Pax Deorum: a arena como microcosmo da sociedade

Aula VI – Imperadores nas arenas

Aula VII - Expansão e magnificência: as províncias romanas e os espetáculos

Aula VIII – Espetáculos de gladiadores e as identidades locais

Aula IX – Riqueza e prestígio: os profissionais da arena

Aula X – O martírio dos cristãos e o declínio dos espetáculos

 

Referências

 

ALMEIDA. L. S., Poder e política nos espetáculos oficiais da Roma Imperial, in: Classica, SP, 1996-97.

AUGET, R. Cruelty and civilization; the Roman games. London: Routledge, 1994.

BALIL, A. La Ley Gladiatoria de Itálica. Madrid, 1961.

BARROS, José D’Assunção. O Campo da História: Especialidade e Abordagens. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004.

BARTON, C. A. The Sorrows of the Ancient Roman; the gladiator and the monster, Princeton: University Press, 1996.

BURKE, Peter. História e Teoria Social. São Paulo: Editora UNESP, 2002.

BUSTAMANTE, R.M. Ludi Circenses: comparando textos escritos e imagéticos in: Revista PHOÎNIX. Rio de Janeiro: Sette Letras, 2005, p. 221-245.

CARCOPINO, J., Roma no apogeu do Império, São Paulo: Cia. Das Letras, 1990.

CORASSIN, M.L. Edifícios de espetáculos em Roma, in: Clássica, São Paulo, vol. 9/10, 2000, p. 119-131.

DE FRIAS, M.S. y CORTÉZ, J. R. Substrato y romanización de lãs oligaquías locales de la província romana de Lusitânia. in: Sociedad y cultura em Lusitania romana. Mérida, 2000.

DUNCAN-JONES, R. The Economy of the Roman Empire (quantitative studies).  New York: Cambridge University Press, 1979.

DUNCAN-JONES, R. The social cost of urbanization. in: Structure and Scale in the Roman Economy, New York: Cambridge University Press, 1990.

EDMONSON,J. Conmemoración funeraria y relaciones familiares en Augusta Emerita. in: Sociedad y cultura em Lusitania romana. Mérida, 2000.

EDMONSON, J. Inmigración y sociedad local en Augusta Emerit, 25 A.C. – 250 D.C. in: JORGES, JEAN-GERARD, CERILLO E. y BASARRATE, T. N. (edit) V Mesa Redonda Internacional sobre Lusitania Romana: Las Comunicaciones. Madrid: Ministério da Cultura, 2004.

EDMONSON, J. Romanization and Urban Development in Lusitania. in: BLAGG, T. L and MILLET, M. The Early Roman Empire in the West. Oxford: Oxbow Books,2002.

FINLEY, M. A Economia Antiga. Porto: Afrontamento, 1980.

GARNSEY, P., HOPKINS, K. and WHITTAKER, C. R. (edit.) Trade in the Ancient Economy, London: The Hogarth Press, 1983.

GARRAFONI, R. S. Bandidos e Salteadores na Roma Antiga, São Paulo: Editora Annablume/FAPESP, 2002.

GARRAFONI, R. S. Panem et Circenses: máxima antiga e a construção de conceitos modernos. IN: Revista PHOÎNIX. Rio de Janeiro: Sette Letras, 2005. p. 246-267.

GARRAFONI, R.S. Gladiadores na Roma Antiga: dos combates às paixões cotidianas, São Paulo: Editora Annablume/FAPESP, 2005.

HINGLEY, Richard. O Imperialismo Romano – Novas perspectivas a partir da Bretanha. São Paulo: Annablume, 2010.

HOPE, V.M. Negotiating identity and status: The gladiators of Roman Nîmes. in: LAURENCE, R. and BERRY, J. Cultural Identity in the Roman Empire. London: Routledge, 2001.

HOPKINS, K. Taxes, Rents and Trade. IN: SCHEIDEL, W. and Reden, Sitta von (edit.) The Ancient Economy. Edinburgh University Press, 2002, p.190-230).

MANTAS, V.G. As Civitates: Esboço da Geografia Política e Econômica do Litoral do Algarve Romano. in: Noventa Séculos entre a Serra e o Mar. Ministério da Cultura, Instituto Português do Patrimônio Arquitetônico, 1977

MARTINEZ J.M. y BASARRATE T.N. Espetáculos y sociedad en Augusta Emerita. in: Sociedad y cultura em Lusitania romana. Mérida, 2000.

MENDES, N. Feriae Romani: Discurso Imperial Romano. in: Revista PHOÎNIX. Rio de Janeiro: Sette Letras, 2000, p. 282-294.

MENDES, N. Romanização, navegação e comércio no litoral do Algarve. in: Revista PHOÎNIX. Rio de Janeiro: Sette Letras, 2001, p.311-330.

MENDES, N. Reflexões sobre a Romanização de Balsa. in: Revista PHOÎNIX. Rio de Janeiro: Sette Letras, 2002, p. 307-327.

MOMIGLIANNO, Arnaldo. As raízes clássicas da historiografia moderna. Bauru: EDUSC, 2004.

ORTEGA, J. E. El proceso de romanización em Lusitânia através de la Epigrafia. in: Sociedad y cultura em Lusitania romana. Mérida, 2000.

PINTADO, J. A. Munificência y munificentes: Riqueza y manifestaciones de riqueza de las elites em la provincia Lusitania. in: Économie et territorie em Lusitanie Romaine. Madrid: Casa de Vilazquez, 1999.

ROMÁN, C.G. Roma y la urbanización de Occidente. Madrid: Arco Libros S. L., 1997

SÁBADA, R.J.L. La actividad profesional e industrial em Augusta Emérita. in: Économie et territorie em Lusitanie Romaine. Madrid: Casa de Vilazquez, 1999.

SCHEIDEL, W. and Reden, Sitta von (edit.) The Ancient Economy. Edinburgh University Press, 2002, p.190-230).

VEYNE, P. A Sociedade Romana. Lisboa: Edições 70, 1990.

WIEDEMAN, T. Emperors and gladiators, London: Routlededge, 1995.

WOOLF, G., Inventing empire in ancient Rome. in: ALCOCK, S. E. D’ALTROY,T. (edit) Empires. Cambridge University Press, 2001.

WOOLF, G. Becoming Roman: the origins of provincial civilization in Gaul. in: THOMPSON, C.B. (edit) Roman Imperialism. Readings and sources. London: Blacweel, 2004, p. 231-242.

 

Certificado

Confere certificado mediante 75% de presença nas aulas.

 

Investimento

R$ 60,00 (taxa de inscrição)

3 parcelas de R$ 130,00

 

Documentação solicitada (cópia)

- Identidade
- CPF
- comprovante de residência


OBS: As cópias da documentação deverão ser entregues na secretaria no momento da inscrição.

 

Inscrição

Clique abaixo no botão Faça sua pré-inscriçãoSelecione o curso de seu interesse na seta e após preencher todos os campos clique em Confirmar.

Ao recebermos sua pré-inscrição enviaremos o boleto referente a taxa de inscrição pelo correio, e também uma segunda via por e-mail. A inscrição estará confirmada com o pagamento desta taxa, cujo valor não será restituído em caso de desistência do curso por parte do aluno.

Se o boleto não for recebido, entre em contato com a secretaria da Faculdade de São Bento pelo e-mail secretaria@faculdadesaobento.org.br ou pelos telefones (21) 2206-8310 e (21) 2206-8281.




Newsletter